Maior fabricante de iates de luxo do mundo com filial no país desde 2010 é certificado pelo ISO 9001. NMMA. CE e RINA. Embarcações acima de 70 pés da marca têm navegação certificada para mares severos e podem suportar ondas acima de 4 metros e ventos superiores a 74 km/hora.

Garantir a segurança a bordo e o desempenho da embarcação em situações adversas seguindo rigorosas normas são prioridades para a Azimut Yachts. Aliado ao conforto, tecnologia e design característicos da marca. É o único estaleiro internacional com fábrica no Brasil a contar com certificações de qualidade em seu processo construtivo. Das matérias primas aos fornecedores. Além do alto nível de segurança na arquitetura e no design do produto. Através de rigoroso controle, a empresa é a única no país a contar com selos como ISO 9001 (Brasil). NMMA (Estados Unidos). CE (Europa) e RINA (mundial).

“O Grupo Azimut-Benetti é referência mundial no mercado náutico. A nossa reconhecida excelência está diretamente ligada à segurança e à qualidade. O que significa atender a todos os critérios e exigências dos mais respeitados órgãos certificadores do mundo”, diz o CEO da Azimut Yachts Davide Breviglieri.

“O Brasil tem um grande potencial náutico, em expansão, mas uma cultura ainda jovem. Com mais de 45 anos de experiência nesse mercado, por meio de nossa matriz italiana, temos o orgulho de trazer ao país não apenas novidades e inovações. Mas também a conscientização da importância de se obter as certificações necessárias para garantir aos clientes a máxima segurança e qualidade durante a navegação,” avalia o executivo.

Segurança do processo construtivo até a navegação em mares severos

Todos os oito modelos de iates de 40 a 95 pés produzidos na filial brasileira da Azimut Yachts contam com certificações nacionais e internacionais. Isso garante o cumprimento das normas de segurança no processo construtivo. E sua padronização além da qualidade da gestão, das instalações da fábrica, da produção, dos materiais utilizados e do design do produto. Justificados pelos selos ISO 9001, do Brasil. NMMA (National Marine Manufactures Association), dos EUA. E RINA (Royal Institute of Naval Architects), global.

“A fabricação de um iate é um processo muito exclusivo. E precisa de um controle interno muito rigoroso para que sejam cumpridas todas as exigências no quesito segurança e qualidade. Isso desde a colocação de um parafuso, um dos menores itens de um barco, até a laminação e o design do casco”, explica o arquiteto naval da Azimut Yachts Leonardo Hering.

Entre as certificações que a Azimut Yachts possui destaque também para a CE. Que verifica o nível de segurança do equipamento e da arquitetura do produto. Dividida em quatro categorias também avalia o tipo de mar que o barco poderá navegar. No caso dos produzidos pela marca italiana, a grande maioria tem navegação certificada para mares severos. Modelos acima de 70 pés estão na categoria A. O que significa que podem, por exemplo, suportar ondas acima de 4 metros. E ventos superiores a 74 km/hora. Embarcações de até 70 pés suportam ondas de até 4 metros e ventos de até 74 km/h.

Azimut 74
Modelos acima de 70 pés, como a nova Azimut 74, são certificados pelo CE na categoria A o que significa que podem, por exemplo, suportar ondas acima de 4 metros e ventos superiores a 74 km/hora. Créditos: Divulgação

Confira também a matéria sobre a Azimut Yachts na participação do São Paulo Boat Show 2017, AQUI !!


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here