Wind Suf Experience encerra neste final de semana, na praia Engenho d’Água, em Ilhabela.

O Wind Surf Experience, que acontece desde o último dia 2 de maio, em Ilhabela, acaba neste final de semana. Mas ainda dá tempo de aproveitar as aulas gratuitas da modalidade. No total são seis aulas por dia com duração de uma hora. Elas acontecem às 10h, 11h, 12h, 14h, 15h e 16h.

As inscrições são gratuitas e para participar os interessados precisam apresentar os documentos e muita disposição. Menores de 18 anos devem comparecer acompanhados de pai ou responsável.

Os professores do Wind Surf Experience, Thiago Rodrigues, 28, e Ricardo Oliveira, 38, velejam desde pequenos e há 10 anos eles dão aulas profissionalmente de Wind, SUP, Caiaque e Veleiros.

Há um ano, os dois montaram uma escolinha para atender os turistas e darem oportunidade à população local de ter o contato com a modalidade. O objetivo ainda é desmistificar o esporte, que tem imagem elitista, devido ao alto custo dos equipamentos.

“Apoiamos essa iniciativa que leva o Wind Surf para quem tem vontade de aprender ou de se aprofundar na modalidade”, diz Thiago Rodrigues. Segundo o professor, ele e o seu parceiro “não tiveram a mesma oportunidade”. Portanto, ele afirma ser muito importante o aspecto social do programa, que dá a oportunidade de qualquer pessoa praticar a modalidade. “Por isso valorizo muito esse tipo de iniciativa, pois ela vai de encontro ao meu pensamento sobre o esporte”, explica.

Todo o equipamento para o curso é fornecido pela organização do evento.

Sobre o Wind Surf Experience

Além de clínicas com profissionais que envolvem aulas práticas, técnicas de velejo, uso correto dos equipamentos e outros detalhes desta modalidade, esta nova versão do Wind Surf Experience é mais uma celebração do esporte e da cultura de praia, com o objetivo de incluir e de formar novos praticantes de uma modalidade olímpica e que possui campeões mundiais brasileiros: Kauli Seadi, Ricardo Campello e Marcílio Browne Neto, o Brawzinho.

Com duas etapas no primeiro semestre de 2016, o Windsurf Experience foi mais uma iniciativa da Almasurf para promover inclusão pelo esporte.

OI: Glass apresenta Wind Surf Experience é uma realização da Associação de Karate Kyokushin Oyama Morumbi, com apoio da Revista Rolling Stone e da Prefeitura Municipal de Ilhabela.

Wind Surf no Brasil

O esporte é organizado pela Confederação Brasileira de Vela e Motor, mas existem também a Associação Brasileira de Windsurf, que atua de forma mais específica na regulamentação e na promoção da modalidade no país.

No Brasil, destacam-se algumas localidades para a prática do windsurf, tais como: Vitória e Guarapari, no Espírito Santo; Búzios e Araruama, no Rio de Janeiro; Praia de Búzios e São Miguel do Gostoso, no Rio Grande do Norte; Rio Grande, Tapes e Osório, no Rio Grande do Sul; Ilhabela, em São Paulo; Ibiraquera, Balneário Camboriú e Florianópolis, em Santa Catarina; Fortaleza e Jericoacoara, no Ceará; Três Marias, em Minas Gerais e a Lagoa dos Ingleses, em Nova Lima.

E a maior atração é o looping, o movimento mais arriscado, que consiste em usar as ondas como trampolim para se lançar e, em seguida, dar uma cambalhota de 360 graus sobre si mesmo e voltar à água na mesma posição anterior.

Alguns atletas conseguem fazer o double-loop: duas voltas no ar antes de voltar à água. Algumas competições desta categoria são indoor. O windsurf indoor é realizado em tanques rodeados por potentes ventiladores em ginásios de grande porte.

Os velejadores brasileiros Kauli Seadi, Ricardo Campello e Browzinho já foram campeões na categoria jump, sendo alguns dos grandes nomes da modalidade em nosso país.

Serviço:

OI: Glass Apesenta Wind Surf Experience 2017
Praia do Engenho D’Água – Rua Pedro de Paula Morais, 1152, Ilhabela, São Paulo
Horário: das 9h às 17
Data: 2 a 28 de maio
Informações: Alceu Toledo Junior – juninho@almasurf.com.br
Tels: (11) 95604-2245 e (11) 3744-3711
Teaser do evento: https://youtu.be/GS3bogisQpk

Imagens: Marília Kim


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here