Na hora de tirar da marina, veja se tudo está em dia com seu barco para navegar.

Muitas vezes a falta de uso constante das embarcações deixa uma coisinha ou outra meio emperrada. Então, se esse é o seu caso, listamos algumas dicas para que nada fique faltando e você não arrisque o passeio. Para isso, conversamos com o especialista em assistência técnica náutica José Moura, mais conhecido como Keko. Diretor da Kekomar Serviços Náuticos, empresa que atua em todo o sul e do sudeste do Brasil.

Vamos lá!

1) Documentação:

Keko – É importante verificar o numero de pessoas que a embarcação esta homologada. Deve-se também verificar a classificação de navegação. E se a embarcação está com os materiais de salvatagem obrigatórios.

2) Revisão do barco:

Keko – Todas as revisões necessárias dos equipamentos que compõem um barco devem ser feitas conforme o período estabelecido pelo fabricante. Para que a vida útil do produto alcance o mínimo estabelecido pelo fabricante. Pois o produto já esta sobre forte desgaste pela sua exposição às intempéries do ambiente.

Dica do especialista: Se deixar para a última hora você pode ter problemas com disponibilidade de mão de obra especializada. Além de peças e equipamentos, e isso tudo pode lhe custar muito mais caro.

3) Segurança:

Keko – Verificar a validade dos equipamentos de segurança a bordo. Como extintores, foguetes, coletes, boia circular, facho Holmes. Além de cabo retinida, e balsa se houver a obrigatoriedade pela classificação.

segurança

4) Parte elétrica:

Keko – Importante começar pelos itens de extremas necessidades como:

Luzes de navegação, alerta e emergência, Radio VHF, GPS, Radar, piloto automático, quadros de distribuição de energias, fusíveis de reposição, Sonda, sea fire se houver sistema de segurança. Carregadores de baterias, transformadores, alternadores, motores de arranques, e baterias. Verificando a integridade de cada equipamento.

Ar condicionado e seus periféricos, como: Gás, filtro de entrada de água, mas para refrigerar o sistema e filtro de purificação do ar.

A elétrica do barco é responsável pelo bom funcionamento de todos os equipamentos, se não visitada periodicamente para verificar os danos causados pela oxidação podemos nos deparar com vários tipos de problemas.

5) Casco/pintura:

Keko – Reativar a pintura de fundo para permanecer um período maior na água. Para os cascos limpos, verificar se há fissuras, quebras, ou cracas acumuladas que podem prejudicar o desempenho. É importante também checar a integridade dos registros de entrada de água pelo casco, fechar e abrir várias vezes, e ver o nível de oxidação.

Verificar anodos dos eixos, dos hélices, dos flaps, do espelho de popa, retirar a crosta que se forma sobre eles para reativar.

6) Motor:

Keko – O recomendado para cada motor é fazer a manutenção conforme o que esta descrita no manual para o número de horas. Além disso: Nível e validade do óleo do motor, reversor, gerador, e dos sistemas hidráulicos. Conferir as tensões das correis dos motores e gerador e também se há ressecamento tanto das correias quanto de mangueiras. Checar o tanque de combustível, de água, de detritos e seus periféricos como os filtros.

sala de motores

Depois de cair na água, os cuidados devem continuar:

Keko – Neste período de verão o aumento da temperatura e o uso constante do barco exigem muito mais dos equipamentos. Se não foi feita a manutenção adequada, com limpeza, proteção e o uso correto, a embarcação começa a apresentar problemas. Carregadores, transformadores, baterias, eletrônicos, iluminação de alerta, ar condicionado, geradores e motores, apresentam problemas com mais frequências e os vilões normalmente são a falta de conhecimento e manutenções periódicas.

Serviço Kekomar:
Newton de Souza 48- centro – Guaratuba/PR
Fone: 41 3442 6423 – kekomar@gmail.com

Confira também “Faça chuva ou faça sol: 4 capotas para barcos para você escolher”, AQUI !!


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here