Johnny Hoffmann, apresentador da FishTV, considerado um dos melhores pescadores esportivos do mundo, estará presente.

Estão abertas as inscrições para o Festival Brasileiro de Pesca Esportiva e Náutica. Entre os dias 28 e 30 de junho no Iate Clube de Guaratuba pescadores se reúnem em busca do maior Robalo da baía de Guaratuba, no litoral do paranaense. Há duas categorias disponíveis para inscrições, com isca livre – aberta a qualquer tipo de peixe – e com isca artificial que – específica para a pesca do robalo.

Os vencedores de ambas categorias ganham premiações e todos os inscritos podem concorrer ao prêmio principal que é um carro 0km.

Existem na baía duas espécies de Robalos: o Peva e o Flexa e a expectativa para 2018  é que o evento reúna mais de 400 pescadores para as atividades competitivas e mais de 1.000 pessoas para as atividades paralelas. Neste ano o tradicional Sul Brasileiro de Pesca chega a sua 14ª edição e se torna Festival Brasileiro de Pesca Esportiva e Náutica –

“A ideia de transformar o Sul Brasileiro de Pesca em um festival é agregar mais atividades à parte competitiva do evento e atender outros públicos. Vamos ter atividades culturais e socioambientais envolvendo as escolas e a comunidade local, uma expo para ativação das marcas patrocinadoras e um torneio de arremesso que complementam a programação”, destaca Giselle Furtado, da Loba do Mar, organizadora do festival.

Considerado um dos melhores pescadores profissionais do mundo, o apresentador da FishTV Johnny Hoffmann vem à Guaratuba, no Paraná, para participar do evento. Gaúcho, radicado no Mato Grosso, Hoffmann é apaixonado pela pesca desde criança.

Em paralelo às atividades na mídia, Johnny Hoffmann ainda é consultor técnico da marca líder mundial de produtos para pesca esportiva. Sua principal tarefa é adaptar e desenvolver produtos de pesca esportiva para as condições brasileiras. Johnny Hoffman tem uma linha de produtos de pesca esportiva batizada com seu nome.

Sobre a Pesca Esportiva

O objetivo da pesca esportiva é fisgar o peixe, não para consumo ou comércio, mas pelo prazer de pescar. Por isso os peixes são devolvidos vivos a natureza. Geralmente os pescadores pesam, medem e fotografam o peixe antes de devolvê-lo a água, sem sofrimento animal. O esporte é democrático, pois pode ser praticado tanto por homens, como por mulheres e crianças. Além disso, é uma atividade sustentável, porque além da preocupação ambiental dos praticantes, movimenta a economia através do turismo e do comércio de produtos e serviços relativos ao esporte.

“A pesca esportiva tem uma grande preocupação com o meio ambiente, pois é necessário que a natureza esteja preservada para que a atividade seja sempre desafiadora e prazerosa. O Brasil é um país muito rico em recursos hídricos. É a água e sua potência que produzem a maior parte da energia elétrica consumida no país. A pesca esportiva também é uma forma de explorar o potencial econômico das águas do nosso país”, explica Hoffmann

Serviço

Festival Brasileiro de Pesca Esportiva e Náutica
Quando: de 28 a 30 de junho de 2018
Horários: Quinta-feira, 28/06; Sexta-feira, 29/06; Sábado, 30/06.
Local: Iate Clube de Guaratuba – Rua José Bonifácio, s/nº
Mais informações e inscrições: http://www.lobadomar.com.br/sulbrasileiro/
E-mail: eventos@lobadomar.com.br
Telefone: 41 9. 9237-8899
Organização: Loba do Mar Eventos e ADETUR – Agência de Desenvolvimento do Turismo Sustentável do Litoral do Paraná

  • Veja ainda essas dicas para quem quer praticar a pesca esportiva.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here